Merde Boule Blanche

julho 28, 2015 12:45

A crise no mercado brasileiro de moda pode ser vista a olho nu. A falta de movimento nos centros de compra, a suspensão das importações pelas confecções atacadistas, as férias coletivas, o fechamento de lojas…

Em contrapartida tivemos a notícia que as bolsinhas merde boule blanche da Chanel que custavam 55 mil reais, se esgotaram em São Paulo. Mas aí é o que a gente já sabe: só vieram duas e não existe crise no mercado de luxo. (A não ser a dos gostos duvidosos das esposas dos mantenedores do cartão de crédito).

Uma coisa trick da moda é que não é o dinheiro que assegura o estilo, ele ajuda , claro, principalmente quando a gente descolore o cabelo. O tom alaranjado está sempre associado a uma classe desprivilegiada enquanto que o branco platinum, é platinum, mesmo.

Mas tão ruim quanto a crise financeira continua sendo a crise de identidade. A gente não se reconhece na revista, que não se reconhece no país , que não se reconhece na moda , que decidiu ir viajar para buscar “referências” para a próxima coleção.

We’ll always have London, baby!